noticias

MODELO CAPA SITE
Uma das principais bandeiras do governo Michel Temer, o novo teto para gastos públicos, instituído pela Emenda Constitucional 95/2016, que já reduziu R$ 2,37 bilhões do orçamento da saúde em dois anos e com estimativa de perda de R$ 415 bilhões no setor em 20 anos, é alvo de pacote de sete ações de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal – STF, que dificilmente será julgado pelo plenário antes das próximas eleições de outubro. A relatora dessas ADIs, que não tiveram andamento significativo no primeiro semestre deste ano, é a ministraLeia Mais
vvvvvvv
Via CNTS Documento aprovado por unanimidade pelo Conselho Nacional de Saúde prevê a garantia do financiamento das ações da vigilância em saúde, de forma tripartite, com recursos e tecnologias necessários ao cumprimento do papel institucional das três esferas  Pela primeira vez, o Brasil terá um documento norteador do planejamento das ações de vigilância em saúde, com definições claras de responsabilidades, princípios, diretrizes e estratégias. O Conselho Nacional de Saúde – CNS aprovou, por unanimidade, a Política Nacional de Vigilância em Saúde – PNVS, ontem, 12.A criação da política é resultadoLeia Mais
capa campanha
Via CNTS PL 4998/2016 estabelece que instituições de saúde públicas e privadas terão que oferecer condições adequadas de repouso, durante o horário de trabalho, aos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem PL 4998/2016, que dispõe sobre condições dignas de repouso dos profissionais de enfermagem durante o horário de trabalho, recebeu parecer favorável do relator, deputado federal Evandro Roman (PSD-PR) na Comissão de Constituição e Justiça – CCJ, ontem, 10. O projeto de autoria do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), de caráter conclusivo, deve ser votado no segundo semestre. O relatório doLeia Mais
arte infoem baiano capa
Neste ano, o salário mínimo aumentou míseros R$ 17, bem abaixo do merecido e do esperado pelos trabalhadores brasileiros. Desta forma quem ganha salário mínimo precisou trabalhar, em média, 88 horas e 34 minutos e gastou 43,75% do salário mínimo líquido para comprar a cesta básica em maio. Saiba mais no vídeo: https://youtu.be/qfMK_8OjguE Share on: WhatsAppLeia Mais
Capa
Via CNTS Para os debatedores do seminário promovido pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, a reforma trabalhista não modernizou as relações de trabalho, pois aumentou a informalidade e o desemprego, estabeleceu formas precárias de contrato de trabalho, enfraqueceu sindicatos, criou insegurança jurídica, dificultou o acesso à Justiça do Trabalho e ameaçou a existência desse ramo do Judiciário, diminuindo os direitos sociais previstos na Constituição. Para o deputado Bohn Gass (PT-RS), um dos parlamentares que pediram realização do evento que ocorreu ontem, 3, nenhumaLeia Mais
capa Nota de repudio
Share on: WhatsAppLeia Mais
capa sus
Via Repórter SUS – Brasil de Fato Neste Repórter SUS, o médico sanitarista e professor titular do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Gastão Wagner, fala sobre o processo de desmonte da Saúde Pública que está em curso no Brasil. Wagner traça um detalhado quadro sobre as estratégias do governo para mercantilizar o Sistema Único de Saúde (SUS), responsável por atender 70% da população brasileira. Confira os principais tópicos da entrevista. SAÚDE COMO DIREITO O direito universal à saúde éLeia Mais
capa campanha

Postado em junho 21, 2018Por Redação Em Destaque, noticias

Campanha – Pelo direito de um descanso digno

Os auxiliares, técnicos de enfermagem e enfermeiros são os responsáveis pelo atendimento 24 horas por dia e 7 dias da semana da população catarinense nas instituições de saúde. São trabalhadores que fazem parte de uma categoria que chega a 55 mil profissionais de Enfermagem no estado. Porém direitos mínimos como um local de repouso para os profissionais, com mobília adequada e instalações sanitárias não estão garantidos. Para lutar por essa importante condição de trabalho, a Fetessesc lança a campanha Pelo direito de um descanso digno! Estamos acompanhado de perto os projetos de lei 4998/2016, que tramitaLeia Mais
capa site
No dia 19 de junho de 2018, a Fetessesc realizou reunião da diretoria na sua sede em Florianópolis. Os dirigentes sindicais de todas as regiões do estado estavam presentes para compartilhar e encaminhar pautas com o objetivo de melhorar as condições de trabalho dos trabalhadores em estabelecimentos de serviços de saúde de Santa Catarina.     Share on: WhatsAppLeia Mais
enfermagem
No dia 18 de junho, ocorre a Audiência Pública para debater a Educação a Distância (EaD) em saúde, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, às 9 horas. O evento é aberto à participação de estudantes, profissionais e interessados no assunto. Estarão presentes autoridades da área da Saúde, deputados, representantes da Fetessesc, pesquisadores do tema, representantes dos conselhos profissionais de saúde e das empresas de educação a distância. O projeto 293.6/2016 A Fetessesc esteve presente na sessão que aprovou o projeto de lei na Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa em março de 2018.Leia Mais