JFF9138-945x462

Postado em 3 de dezembro de 2018 Por Em Brasil, Destaque, noticias E 53 Views

Fortalecimento do movimento sindical na atual conjuntura política é tema de debate na CNTS

Com o intuito de ampliar a proteção social aos trabalhadores da saúde, comprometida com o enfraquecimento das entidades que possuem o dever constitucional na defesa do trabalhador, após o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, a CNTS realizará entre os dias 3 a 5 de dezembro, em Brasilia, reunião com membros da diretoria, do conselho fiscal, do conselho de representante e da coordenação executiva.

“A luta pela unicidade e o fortalecimento do movimento sindical será tema debatido pelos dirigentes, bem como, buscar alternativas para reinventar a forma de atuação da classe sindical diante da eleição de um Congresso Nacional mais conservador dos últimos 40 anos, ligado à pauta de segurança pública, agronegócio e direito patronal, que pode regredir ainda mais a conquista de direitos trabalhistas e sociais da população”, explica o secretário-geral da CNTS, Valdirlei Castagna.

Para o tesoureiro-geral da CNTS, Adair Vassoler, a classe trabalhadora deverá estar muito atenta e organizada na defesa de seus direitos. “Com esse Congresso extremamente conservador, a atuação do movimento sindical será ainda mais difícil. Isso não é apenas em relação à contribuição sindical, mas na retirada de direitos trabalhistas. Por isso, será necessário reinventar a forma de atuação da classe sindical. A cobrança e a pressão sobre os parlamentares precisam acontecer nos estados, com mais diálogo. Não é possível ficar esperando o pior acontecer para depois agirmos”.

Por conseguinte, os dirigentes ainda vão discutir a previsão orçamentária de 2019 e debater as melhores estratégias que poderão ser adotadas para que a Confederação possa manter a estrutura atual e otimizar os recursos. Participarão da reunião, a assessora jurídica da CNTS, Zilmara Alencar e o assessor parlamentar do Diap e da CNTS, André Santos, que vão abordar temas como o custeio sindical e conjuntura política, respectivamente.

No dia 4, acontecerá também o tradicional jantar de confraternização entre a diretoria, funcionários e assessorias da entidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *